Como o design pode solucionar o problema da sua empresa

Foto por bonneval sebastien em Unsplash

“Pensar sobre design é difícil, mas não fazê-lo pode ser desastroso.”

Essa frase, traduzida livremente de uma citação em um ótimo artigo da Interaction Design Foundation, reflete uma das principais dificuldades de empresas que ainda não se abriram à cultura do design. Essa dificuldade em pensar sobre a disciplina faz com que, na prática, marcas e empresas deixem de ser mais lucrativas e de impactar a experiência do cliente. Para além da ideia de “deixar algo bonito”, o design existe para resolver problemas. E, sim, muito provavelmente resolver problemas da sua empresa.

Você pode pensar: “-mas eu não trabalho com nada que seja impactado pelo design ou pela falta dele..não parece ser assim tão importante olhar para isso”.

A verdade é que o design está – ou deveria estar – presente em cada estratégia da sua marca, porque é ele que influencia a percepção das pessoas sobre o seu serviço ou produto. O bom design, que tem o ser humano no centro do processo, é estratégico e começa no processo de observação, passando pela ideação, prototipação e por testes, que garantem a aderência da solução oferecida pela empresa às reais necessidades de quem vai utilizá-la. Você pode conferir mais no nosso artigo: Reduza os riscos no lançamento do seu produto digital investindo em experiência do usuário.

Mas, vamos lá! Como o design pode ajudar a sua empresa?

Se pararmos para listar possíveis problemas que podem acontecer em um negócio atualmente, alguns deles vão passar por:

Website não gera leads suficientes:

Foto por JESHOOTS.COM no Unsplash

Às vezes o seu website não estar gerando leads suficientes pode ser sintoma de algo anterior, que é sua marca não estar bem posicionada e se comunicando com o público errado. Ou ainda: não há conversões porque um simples botão de “compre agora” está mal posicionado e prejudicando a navegação da pessoa que está no seu site naquele momento. Esse é o tipo de problema que um processo básico de design focado na usabilidade pode resolver.

Você pode fazer um teste do seu site ou aplicativo com empresas como a Testr. Garanto que o investimento vale a pena! E se seus testadores não encontrarem nada de errado com o site/aplicativo, você sabe que o erro está em outro lugar e pode focar suas forças no problema correto.

Poucas pessoas consomem seu produto/serviço:

Foto por David Clarke no Unsplash

Será que você conhece as pessoas que usam ou que você gostaria que utilizassem seu produto/serviço? Você ouviu essas pessoas antes de desenvolver a solução? Continuou a ouvi-las enquanto a solução estava sendo desenvolvida? Identificar a aderência do produto/serviço às necessidades das pessoas é um ponto chave da função de um bom designer, e fará a diferença na adoção da sua solução pelo público.

Aliás, isso serve tanto antes como para depois que você lançar sua ideia. Já pensou você lançar um produto super inovador achando que ele vai resolver um problema global – e ele vai! – mas as pessoas não conseguirem usá-lo por dificuldades de usabilidade ou mesmo por não entenderem o produto por falta de um processo de onboarding ou por ser extremamente complicado? Algum concorrente pode ter a mesma ideia e criar um produto fácil de usar. (E não, ninguém vai roubar sua ideia num teste de usabilidade!)

Você tem uma ideia, mas não consegue colocar ela no papel ou ninguém entende:

Foto por Green Chameleon no Unsplash

O design pode te ajudar a traduzir seu processo de ideação por meio de protótipos e testes, que vão garantir a eficiência da sua mensagem e o remodelamento do discurso e da identidade da sua marca caso seja necessário. Com tantas marcas no mundo querendo ecoar sua voz, é essencial que a sua empresa tenha uma identidade própria que consiga se comunicar com eficiência ao público-alvo – e o design também auxilia nessa frente.

Em todas essas situações é possível enxergar que o design age no problema raiz para eliminá-lo de uma vez com base em testes reais, considerando experiências reais com pessoas reais. Isso evita que você apenas solucione um sintoma e veja a causa raiz do problema ressurgir lá na frente.

É por isso (e por outras razões que vamos falar mais adiante) que contar com a disciplina de design na sua empresa ajuda, na prática, a tornar seu negócio mais lucrativo: é o que vai te direcionar para impactar as pessoas certas, no momento certo, com uma experiência de sucesso. (Claro que se você curtir perder dinheiro e acha que tudo isso é uma teoria da conspiração, a gente entende também. Sem crise por aqui!).

Mas, e aí? Tem alguma experiência que você vive hoje no seu negócio e que se encaixa nesses exemplos acima? Ainda tem dúvidas sobre outros problemas que o design pode resolver na sua empresa? Compartilha com a gente e vamos manter esse espaço de diálogo aberto!


Redação por:
Murillo Zerbinatto, co-fundador da Mastery, agência de Branding para Startups (originalmente publicado aqui).


Participe do próximo Startup Talk, no dia 11 de fevereiro ?
No encontro vamos debater sobre Branding para startups, com o cofundador e diretor criativo da Mastery Design
Alexandre Ferreira, e sobre Propriedade Intelectual de marcas e patentes, com Marcelo Brandão da VILAGE.

Não perca, é GRATUITO! Vagas LIMITADAS.