Por dentro da Pixar

Texto por Mauricio Bueno, Co-founder e CEO da Weme

Espaços que estimulam a inovação e o empreendedorismo. Em dezembro do ano passado, eu e o Eduardo Yuji fizemos um estudo de caso no Vale do Silício sobre as dimensões contextuais de organizações que promovem o aprendizado e a inovação. A ideia é compartilhar algumas das visitas que fizemos por lá.

Mais ao Norte da Bay Area, na cidade de Emeryville, CA, fica a sede da PIXAR. A cultura declarada, e apresentada em suas produções, da perfeição nos detalhes, de combinar ciência e arte para encantar os espectadores, traduz-se no seu headquarter.

Foto assessoria de imprensa PIXAR

A sede da PIXAR foi também pensada para ser um campus e receber até 1.000 funcionários. Convidado e orientado por Steve Jobs — fundador da PIXAR — o arquiteto Bohlin Cywinski Jackson projetou local que promove encontros e colaborações não planejadas, e exibe uma arquitetura atemporal.

Diferente dos demais campi visitados, o da PIXAR é todo cercado e com segurança nos acessos. Dentro, o campus de 20 acres bem no meio da cidade de Emeryville, exibe uma paisagem agrária — com plantas e árvores exóticas e nativas — do que jardins bem cuidados com muitos lugares para caminhar, sentar ou conversar. A área externa inclui um anfiteatro aberto com 600 lugares, um campo de futebol e uma horta orgânica — utilizada pelo restaurante da empresa. Há também uma piscina olímpica, quadra de vôlei e basquete e trilhas.

Foto assessoria imprensa PIXAR
Foto assessoria imprensa PIXAR

Caminhando até o prédio principal, uma estátua gigante do principal personagem de abertura dos filmes — Luxo Jr — decora a entrada. Aliás, os personagens das animações da empresa estão espalhados dentro e fora do prédio e dão o tom divertido e de propriedade.

Foto de autoria própria

Dentro do prédio, a primeira visão é de estar em um átrio amplo e aberto. O átrio tem de forma muito integrada, recepção, caixas de correio, café, jogos de mesa, uma academia, duas salas de exibição de filmes e um grande teatro. E também os banheiros principais do campus. Segundo os funcionários, a ideia é que as pessoas sejam estimuladas e se encontrarem.

Desde o átrio percebe-se uma preocupação meticulosa com os detalhes, o prédio é limpo, harmônico, com muitos elementos de madeira, tijolos aparentes e vidro.

Foto assessoria imprensa PIXAR

Na área de trabalho, os escritórios são separados (baseado em cubículos) e arranjados em um formato de “U” com 5–6 escritórios individuais — e uma área central aberta para encontros e colaboração não planejada.

Em termos de decoração, o estilo é diverso e vale o gosto do usuário, há algumas pessoas que tem uma cabana, outros que compartilham o escritório, trabalham de pé ou decoram com uma infinidade de personagens.

Foto assessoria imprensa PIXAR
Foto assessoria imprensa PIXAR

O time da WeMe corporate innovation pode ajudar você e sua organização a projetar e implementar um ambiente que estimule também a inovação e o empreendedorismo. Entre em contato com a gente para saber mais sobre isso dfc@weme.nu

Quem somos?
Nós somos uma rede que ajuda a construir e acelerar ecossistemas em transformação. Ajudamos e estimulamos os membros do ecossistema a: identificarem oportunidades focadas nos valores humanos, idear e prototipar, e transformar protótipos em negócios relevantes.

No trabalho com grandes empresas (a weme corporate), somos uma aceleradora corporativa que, junto com as grandes empresas, idealiza, constrói e traciona soluções, por meio de metodologias poderosas para a transformação de mindsets.


Texto por:

Mauricio Bueno – Co-founder e CEO da Weme

Originalmente publicado pelo blog da Weme, parceiro da Campinas TECH.